ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PIROTECNIA
Faça Login ou Cadastre-se

 

 
Previsão do Tempo

ESCLARECIMENTOS SOBRE PRODUTOS PIROTÉCNICOS RUIDOSOS!





Associação Brasileira de Pirotecnia – ASSOBRAPI

Entidade Representativa da Indústria e do Comércio de Fogos de Artifício

A VERDADE SOBRE OS “FOGOS DE ARTIFÍCIO SILENCIOSOS”

O termo "fogos de artifício

silenciosos", que às vezes é utilizado na

mídia e até em alguns projetos de lei, é

enganoso, pois transmite a sensação de

que os mesmos podem ser grandes,

brilhantes e coloridos quanto os fogos

de artificio tradicionais, mas sem o

barulho da explosão normalmente

associado a eles.

Na verdade, as exibições dos

fogos de artifícios supostamente

silenciosos, que seriam melhor descritos

como exibições de “fogos de artifício

com ruído reduzido”, geralmente não

incluem as Bombas Aéreas coloridas

encontradas em shows pirotécnicos

tradicionais e tampouco os fogos com

efeito principal de estampido (tiro).

BOMBAS AÉREAS COLORIDAS

José Expedito do Amaral Junior

Engenheiro Químico

Eng. Segurança do Trabalho

Consultor especializado em Pirotecnia

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Em vez de empregar alguma nova

tecnologia que elimine seu ruído, essas

exibições normalmente fazem uso

seletivo de determinados fogos de

artifícios, já existentes no mercado, que

apenas produzem o efeito de um rastro

colorido no céu, como se fosse uma

“calda de cometa”.

EFEITO TRAÇANTE (CALDA DE COMETA)

Analisando sob o aspecto

estritamente visual, o show de “fogos de

artifício com ruído reduzido” fica limitado

e sem a referência popular de um

espetáculo pirotécnico, pois não conta

com aquelas tradicionais explosões no

céu, semelhantes a uma “bola gigante

de cor”.

BOMBA AÉREA (BOLA GIGANTE DE COR)

Para entender melhor sobre o

assunto é importante conhecer quais são

os tipos de ruídos (barulhos) que ocorrem

nos fogos de artifício. Segundo Takeo

Shimizu, Engenheiro PHD Japonês - autor

de diversos livros e artigos técnicos

sobre pirotecnia, os fogos de artifício

são geralmente acompanhados por

vários tipos de ruídos:

(1) DISPARO: Ruído causado pelo

disparo (projeção ou propulsão do

artefato pirotécnico em direção ao céu).

A intensidade do som não é alta quando

ouvido afastado do produto, ficando a

percepção do barulho próximo ao local

da projeção/propulsão. Mesmo os fogos

de artifício aéreos, ditos como

“silenciosos”, possuem o ruído (barulho)

de disparo.

(2) ABERTURA: Ruído devido à

explosão de abertura da bomba aérea no

céu, semelhante a um estampido (tiro),

para espalhamento dos efeitos de cores,

normalmente num formato esférico. A

intensidade do ruído (barulho) é

proporcional ao tamanho da bomba aérea

e a quantidade e tipos de carga de

abertura (composição pirotécnica

responsável pela explosão – Ex: Flash

Powder) presentes na mesma.

(3) ESTAMPIDO: Ruído também

conhecido como “Tiro”, cuja composição

pirotécnica normalmente responsável

pelo efeito sonoro é uma mistura

química, conhecida no Brasil como

Pólvora Branca. A intensidade do som

produzido pode variar de acordo com a

configuração do solo e do clima, em um

vale, por exemplo, o ruído é mais alto

que em um vasto campo. Os fogos de

artifícios mais comuns com esse efeito

são os do tipo foguetes de tiro e

bombas de solo.

(4) Zumbido: Ruído semelhante ao

provocado pelas abelhas, normalmente

presente em fogos de artificio com

funcionamento giratório.

(5) Apito: Ruído agudo como de

um apito, com duração de poucos

segundos.

Além desses cinco principais tipos de

ruídos, existe também um ruído

conhecido como CRACKER

(CREPITANTE), que são estalidos

semelhantes ao som que ocorre no

curto circuito elétrico.

Dito isto, é preciso ter em mente

que mesmo na exibição de um dito

“Show Pirotécnico Silencioso”, VAI

OCORRER BARULHO, pois a maioria dos

fogos de artificio possui um ou mais dos

ruídos já abordados. Normalmente

só os produtos do tipo Fumígenos

(Fumaças Coloridas) e Centelhadores

(espécie de sinalizador muito usados por

torcedores de futebol), não emitem ruído

durante o seu funcionamento, contudo

esses fogos de artifício não são fabricados

para espetáculos pirotécnicos.

FUMÍGENO (FUMAÇA COLORIDA)

CENTELHADOR DE TUBO

É comum nas pessoas contrárias

aos fogos de artifício, compararem a

intensidade sonora desses pirotécnicos

com o ruído de outras fontes de emissão,

como uma motosserra ou uma aeronave,

por exemplo. No entanto, os resultados

dos ruídos dos fogos de artifícios têm

pouca duração, alguns quase que

instantâneos, ao contrário dessas outras

fontes exemplificadas, que são mais

perturbadoras e por tempo contínuo.

Não obstante, existe todo um

regramento legal do Exército Brasileiro,

sobre avaliação laboratorial do fogo de

artifício antes da sua liberação para o

comércio, assim como normativas

técnicas dos órgãos de segurança

pública sobre a soltura do mesmo,

limitando e restringindo determinados

fogos de artifícios a particularidade do

local de seu funcionamento.

LABORATÓRIO DE ANÁLISE EM PIROTÉCNICOS

Sendo assim, fica evidente que

definir o que são fogos silenciosos,

barulhentos ou de baixo ruído é muito

mais complexo e requer um estudo

técnico mais aprofundado, fora do calor

das emoções e de qualquer tipo de

conceito ideológico estabelecido

precocemente, pois é notório que a

soltura de fogos de artifício faz parte da

cultura brasileira e constitui parte de

uma engrenagem geradora de

empregos e divisas para o país.

Dezembro/2018

​                              ​



​​



 






















Fone: (11) 3151.2017

2012 © - Todos os Direitos Reservados


Criação e Divulgação: Artware